everis abre inscrição para a terceira edição do Prêmio Empreenda Saúde
segunda-feira, 5 Junho, 2017

Incentivar a inovação e o empreendedorismo no âmbito da saúde no Brasil é o objetivo da premiação

 

A everis, multinacional de consultoria que oferece soluções de estratégia e de negócios, por meio de sua Fundação, abre hoje (5/6) as inscrições para o Prêmio Empreenda Saúde, em seu terceiro ano consecutivo no Brasil.

Essa iniciativa busca estimular profissionais e estudantes de áreas diversas a desenvolverem projetos que possam contribuir para a melhoria das práticas, processos, tecnologias e métodos de gestão no setor de saúde, aplicada em três áreas: Assistência Integral à Saúde; Eficiência em Produtos e Processos Assistenciais; e Mecanismos de Integração Educacional e Saúde.

“Buscamos contribuir com o desenvolvimento de novos talentos por meio de incentivos das boas práticas, além de estimular o espírito inventivo e de superação nos futuros empreendedores, nas mais variadas áreas, seja na saúde, tecnologia ou desenvolvimento. Acreditamos que novas ideias podem trazer grandes contribuições para o aprimoramento do setor de saúde no País”, afirma Raphael Bueno, sócio da área de Health da everis e responsável pela iniciativa no Brasil.

Para o Dr. Luiz Fernando Lima Reis, diretor de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês e membro da comissão avaliadora e do corpo de jurados da premiação, é muito importante criar oportunidades como essa, para que jovens pesquisadores e instituições mostrem suas descobertas. “O que destaca ainda mais o Empreenda Saúde é o empenho para transformar projetos em realidade, fazer com que todo o esforço aplicado durante o processo de inovação não termine exatamente na fase crítica de chegar ao mercado, de transformar conhecimento em produtos ou processos que de fato beneficiem a sociedade. É esse esforço que queremos estimular.”

O projeto vencedor receberá um prêmio equivalente a R$ 50 mil em barras de ouro, além de orientação profissional especializada para colocar a ideia em prática no mercado brasileiro. A escolha do ganhador ficará a cargo de uma comissão de avaliação e um corpo de jurados, compostos por membros renomados das áreas de ensino, pesquisa e inovação, e de empresários das mais diversas esferas da saúde no País.

Pessoas físicas residentes no Brasil, individualmente ou em grupo, podem inscrever seus projetos ou planos de negócios para a área de saúde até o dia 1 de setembro, no site www.premioempreendasaude.com.br. No caso de grupos, é necessário eleger um representante responsável pela inscrição, que citará os demais membros no cadastro.

Regulamento

A inscrição do projeto deverá ser feita via arquivo digital pelo site www.premioempreendasaude.com.br, acompanhado da ficha de inscrição e folha de rosto com breve resumo da proposta. O trabalho precisa conter a exposição do problema com a ideia e a metodologia para sua implantação, benefícios vislumbrados e resultados de avaliação econômico-financeira do projeto. Junto ao projeto final também poderá ser incorporado um vídeo de apresentação das respectivas propostas.

Após triagem técnica, os projetos aprovados serão encaminhados para a comissão julgadora, cuja análise levará em conta os critérios de aplicabilidade (relevância do problema), inovação e nível de contribuição para melhoria do sistema de saúde (tamanho da população beneficiada).

Os cinco finalistas serão convidados para fazer uma apresentação aos jurados no dia 26 de outubro. A proposta vencedora será anunciada durante a cerimônia de premiação, no dia 30 de novembro.

 

2ª edição – 2016

No ano passado, o prêmio recebeu 627 inscrições, mais do que o dobro da edição anterior, e teve como finalista a startup Fófuuu com um projeto que une a medicina e a tecnologia de software para desenvolver exercícios divertidos de fonoaudiologia, utilizando uma interface de videogame. 

Os demais finalistas foram:

  • Listen – aplicativo que transforma o smartphone em um aparelho auditivo.
  • Nuclearis – sistema de informação em medicina nuclear.
  • Retinógrafo Portátil – sistema conectado e portátil para retinografia de alta resolução.
  • Beone Tech – tratamento para pé diabético e feridas de difícil cicatrização.