everis investe no bem-estar de seus colaboradores com o Programa de Apoio ao Empregado (PAE)
Quarta-feira, 13 Novembro, 2019

Desenvolvido em parceria com a Chestnut Global Partners, o programa coloca à disposição dos talentos everis 2.000 especialistas prontos a ajudar a resolver questões jurídicas, financeiras, sociais e de saúde física e emocional, 24 horas por dia, sete dias por semana 

A everis, consultoria multinacional de soluções de estratégia e de negócios, começou a investir há oito meses para oferecer aos seus colaboradores o Programa de Apoio ao Empregado (PAE), um programa que visa ajudá-los na solução de questões pessoais nos âmbitos jurídico, financeiro, social e psicológico. 

“Nosso RH é chamado de People, porque temos as pessoas como nosso bem maior. É o conhecimento, a dedicação e o comprometimento delas que nos permite inovar, atender com excelência e oferecer tecnologias e serviços disruptivos aos nossos clientes, por isto, pensamos que é fundamental apoiá-las para que tenham qualidade de vida e, por consequência, melhor desempenho profissional”, explica Rita Souza, diretora de People da everis Brasil.

O Programa de Apoio ao Empregado (PAE) é desenvolvido em parceria com a Chestnut Global Partners, referência internacional neste tipo de suporte profissional, que conta com mais de 120 mil profissionais no mundo, entre advogados, consultores financeiros e contábeis, psicólogos e assistentes sociais, entre outros, em 180 países. No Brasil, a Chestnut conta com uma rede de 2.000 especialistas credenciados e uma carteira de clientes com mais de 200 grandes empresas.

“A Chestnut nos ajudou a identificar as necessidades  e ofereceu um escopo adequado para atender as expectativas dos nossos mais de 2500 colaboradores. Graças à isso pudemos oferecer um serviço de muita qualidade para nossas pessoas resolverem as questões que as afligem com o máximo de cuidado, atenção e confidencialidade”, ressalta Juliana Bizerra da Silva, analista de People da everis, responsável pela gestão do PAE.

Rita Passos, diretora de Novos Negócios e Serviços ao Cliente da Chestnut, informa que programas como o PAE são hoje adotados por 90% das empresas americanas. Segundo ela, devido ao fato do mundo estar mais complexo, as empresas entendem hoje que é preciso auxiliar seus profissionais a lidar com vida profissional e pessoal, para que sejam produtivos e realizem seu potencial de vida, lidando com estresse diário e mantendo sua saúde física e mental. 
“Com o PAE, demostramos que entendemos que cada colaborador pode necessitar de ajuda, além do trabalho. Muitas vezes a pessoa se sente só, aflita ou incomodada e não tem com quem falar ou a quem pedir ajuda, como em situações de luto, estresse pós-traumático, crises amorosas e financeiras, proximidade da aposentadoria, problemas legais, etc. Agora, eles contam com os especialistas do PAE para ajudar a endereçar este tipo de situação e isto faz uma grande diferença”, ressalta Juliana. 

De acordo com Juliana, o programa busca intervir preventivamente para dar maior segurança aos profissionais em situações diversas ou no caso de problemas de saúde para que não se agravem. Ele é também fundamental para quem está sofrendo com crises de ansiedade, depressão, compulsões, pois dá o apoio inicial e sensibiliza a pessoa para tratamentos de longo prazo, encaminhando-a para o plano de saúde ou para programas comunitários de suporte social. 

“A adesão do profissional ao PAE é totalmente voluntária. Ele procura o programa se quiser, se sentir que necessita de ajuda e tem vontade de melhorar algo. Passa pela sua percepção de que buscar ajuda não é sinal de fraqueza e sim força. Outro grande diferencial é que tem sua confidencialidade garantida, pois a everis só recebe dados estatísticos de utilização”, acrescenta a diretora de People da everis Brasil. A confidencialidade só é quebrada se o especialista identificar risco de vida, o que exige procedimentos próprios de acordo com cada situação.

Detalhes sobre o PAE
Para usar o PAE, os colaboradores devem entrar em contato por um número específico de 0800 para explicar sua questão e ser encaminhado para o especialista que pode auxiliar, seja ele um advogado, consultor financeiro, assistente social ou psicólogo. A maioria das questões são resolvidas por meio de contatos telefônicos, por uma central 0800, de segunda à sexta-feira das 8h às 20h e 24 horas por dia, sete dias por semana para emergências. Casos mais complicados ou sérios são encaminhados para atendimentos pessoais.

Os talentos everis e seus familiares também têm acesso ao portal do PAE (cgpbrasil.com/viverbem), com conteúdos exclusivos e dicas que visam promover reflexão e a busca por conhecimento sobre cada aspecto da vida, desde problemas de relacionamento e questões familiares até dúvidas sobre carreira, problemas com ansiedade ou depressão, bem como dúvidas financeiras, entre outras. O portal é alimentado mensalmente com novos conteúdos sobre os mais variados temas e dá acesso direto ao detalhamento do programa e à Central de Atendimento, por e-mail ou telefone.

“A receptividade das pessoas é ótima. Recebemos muitos feedbacks positivos e agradecimentos de colaboradores, dizendo que ficam felizes por a everis considerá-los como pessoas, se importando em auxiliá-los a lidar com seus problemas pessoais, aflições e sentimentos”, comemora Juliana. A everis ainda não tem estatísticas mais consolidadas, porque o programa é recente, mas ao comemorar um ano de PAE serão realizadas avaliações mais detalhadas, com pesquisas anuais de efetividade e dos impactos na motivação e na produtividade dos colaboradores.

O PAE da everis baseia-se no modelo internacional Employee Assistance Program, adotado por empresas nos EUA, Canadá, Inglaterra e China, entre outros países, que é totalmente alinhado com os requisitos da EAPA (Employee Assistance Professional Association) e já ajudou até o momento 231colaboradores brasileiros. “No Brasil, o programa também está em conformidade com as exigências do Conselho Federal de Psicologia e do Conselho Federal de Serviço Social”, completa Rita Souza.