everis Data & Cognitive

Creating digital intelligence to transform organizations by everis

A transformação digital tem um ponto de partida: aplicar novos modelos analíticos  cognitivos para conseguir inteligência “acionável”.

 

Gerar inteligência “acionável” em tempo real através da aplicação de modelos analíticos, cognitivos e Inteligência Artificial sobre as fontes de novos dados disponíveis para as empresas.

 

Incorporar a análise de dados provenientes de diversas fontes; redes sociais, sensores, call centres, etc., na tomada de decisões, converteu-se num fator decisivo para manter a competitividade.

 

Consequentemente, a capacidade de uma empresa para identificar, processar e analisar tais dados converte-se num fator chave de sucesso, que requer e estimula a transformação do modelo atual de negócio, dos modelos de operação e do modelo tecnológico das empresas.

 

Para conseguir o valor esperado dos novos dados é necessário conhecer:

  • Quais são os dados importantes para o negócio.
  • Como aceder e verificar as suas fontes.
  • Como conseguir o seu valor através da aplicação de análise e modelos.
  • Como adaptar os processos em função da informação.
  • Como apresentar os resultados para os poder visualizar, exportar ou ligar.

 

Este novo fluxo em torno dos dados requer transformações estruturais nas empresas. O peso da intuição na tomada de decisões vai ser substituído pelos resultados da analítica sobre os dados. Aparecerão novas oportunidades de negócio, derivadas da informação obtida e das suas possibilidades. Serão criadas áreas de especialistas no conhecimento dos dados e respetiva análise, que deverão ser profundos conhecedores do negócio das empresas e das capacidades da tecnologia.

 

Os resultados da analítica sobre os dados irão atuar de forma dinâmica sobre os processos operativos e de negócio da empresa. Os dados, ao converter-se num ativo, irão dispôr-se de estruturas organizativas especializadas no seu governo e gestão. Irá ocorrer uma mudança de paradigma tecnológico nas empresas que irão acelerar na adopção de novas tecnologias.

 

A nossa Estratégia de Dados:

 

1. - Vantagem da Estratégica de Dados:

 

  • Melhorar o quê/como
    • Novas estratégias ou ideias.
    • Tendências e análises.
    • Concorrência.

 

  • Que dados têm respostas
    • Legais e de conformidade.
    • Segurança e veracidade.
    • Valor.

 

2. - Ponha os algoritmos a trabalhar:

 

  • Como obter respostas
    • Dados para conhecimento.
    • Texto para conhecimento.
    • Conhecimento para inteligência.

 

  • Como os tornar acionáveis
    • Inteligência artificial.
    • Computação cognitiva.
    • Descoberta avançada.

 

3. - Tecnologia:

 

  • Análises incorporadas.
  • Visualização de dados.
  • Transformação de dados.
  • Arquitetura lógica de dados.
  • Arquitetura física de dados.
  • Governação de dados.
  • Infraestruturas de dados (cloud, híbrido, no local).