A BlueWorks foi a startup vencedora da semifinal da NTT DATA Open Innovation 9.0
Quinta, 07 Março, 2019

A BlueWorks é a vencedora Portuguesa do Open Innovation Contest 9.0 e em Março de 2019 vai representar Portugal na final mundial a decorrer em Tóquio, no Japão. A solução da startup permite integrar e centralizar a informação de exames realizados em diversos equipamentos médicos da área de oftalmologia numa só plataforma.

A BlueWorks, empresa de Coimbra, dedica-se à criação de sistemas inovadores para apoio à oftalmologia, cujo produto emblemático é o OphthalSuite, uma solução de gestão de imagem e dados de oftalmologia. Atualmente utilizado em diversos hospitais públicos e clínicas privadas, tanto em Portugal como no Reino Unido, permite, além de outros benefícios, a poupança de tempo e de recursos, uma vez que os exames ficam disponíveis para visualização dos médicos em tempo real, não sendo necessário que estes profissionais se desloquem aos equipamentos para pesquisar e consultar exames, não sendo necessário o uso de múltiplos softwares isolados, em paralelo.

À semelhança da edição anterior, Lisboa foi uma das cidades escolhidas para participar no Open Innovation Contest. Na nona edição, o concurso de empreendedorismo está a decorrer em 20 cidades de 18 países e a BlueWorks foi a startup escolhida, estando assim perto de ser a vencedora da grande final mundial e poder trabalhar em colaboração com a NTT DATA na criação de projetos conjuntos.

O júri que analisou os projetos das startups foi composto por António Brandão de Vasconcelos, Chairman da everis Portugal, Luís Vaz de Carvalho, Manager da área de Business Consulting da everis Portugal, Pedro Vilarinho, Director da Hi Seed Tech, João Andrade, Head of Venture Capital na BIG Start Ventures, Kotaro Zamma, Head of Open Innovation and Business Incubation na NTT DATA Corporation e por Kaz Okada Senior Expert, Open Innovation and Business Incubation da NTT DATA Corporation.

A NTT DATA tem vindo a desenvolver esta competição desde 2014, passando por diversas geografias, recebendo mais de 400 propostas de todo o mundo. Esta edição foram lançados os seguintes desafios a concurso: Healthcare & Life Sciences; Finance, Insurance & Payments; Automotive & IOT; RPA & Back Office; Storefront & Digital Marketing; Data Distribution; e Disruptive Social Innovation. Foram cinco as startups portuguesas que apresentaram o seu projeto: Automaise, BlueWorks, Heptasense, Performetric e Switch.

Mais informações podem ser encontradas em: http://oi.nttdata.com/en/contest/