everis integra consórcio para desenvolvimento de sistemas informáticos de controlo e segurança das fronteiras da União Europeia
Quinta, 22 Outubro, 2020

A consultora global everis e a consultora europeia Sopra Steria assinaram recentemente um contrato-quadro com as agências europeias eu-LISA e Frontex para o desenvolvimento da Estrutura de Engenharia Transversal (Transversal Engineering Framework - TEF). O objetivo do consórcio é aumentar a eficácia e eficiência dos sistemas informáticos responsáveis pelo controlo e gestão das fronteiras da União Europeia e migração, contribuindo através da tecnologia para tornar a Europa mais segura.

Os contratos para desenvolvimento da Estrutura de Engenharia Transversal foram atribuídos a várias empresas com múltiplos contratos-quadro, de entre os quais o consórcio da everis com a Sopra Steria. A escolha para integração no consórcio representa uma oportunidade para ampliar a colaboração das empresas, às quais é a atribuída a reabertura de concursos específicos para melhorar e desenvolver os sistemas de informação para a segurança europeia, gestão de fronteiras e migração.

O contrato-quadro, avaliado em 187 milhões de euros, reúne o expertise das agências e de empresas com tecnologia de vanguarda. A atividade principal de ambas as agências – eu-LISA e Frontex - continuará centrada na melhoria da implementação das políticas de asilo, gestão de fronteiras e migração da UE e na cooperação entre os diferentes organismos para monitorizar e analisar os movimentos nas fronteiras, cabendo ao consórcio o papel de apoiar uma nova visão e um plano de longo prazo para a União Europeia.

Neste âmbito, o consórcio composto pela everis e pela Sopra Steria será um dos principais intervenientes no setor da Segurança Pública,  o qual será responsável pela designação, desenvolvimento, teste, configuração e implementação de todos os processos do Sistema Central de Operações, e ainda pela interoperabilidade da estrutura e entrega de todos os componentes necessários e colaboração com as restantes empresas. O objetivo é garantir que o sistema recentemente desenvolvido é devidamente integrado e testado, regulando a colaboração com outras partes, caso uma reabertura do concurso seja concedida a este consórcio.

A escolha da everis para o consórcio vem, ainda, reforçar o seu posicionamento como um dos principais intervenientes na cadeia de abastecimento transversal da eu-LISA, dando continuidade à colaboração e prestação de serviços iniciada em 2017 e que é agora ampliada com o desenvolvimento de uma solução de longo prazo para a gestão operacional de sistemas informáticos de grande escala na gestão de fronteiras da União Europeia.

José Luis del Amo, eu-LISA Business partner na everis afirma: “É um enorme orgulho para a everis contribuir para a nova estratégia da eu-LISA e da Frontex no que respeita ao desenvolvimento dos sistemas de informação para os próximos anos. Estou convicto de que o consórcio trará serviços de elevada qualidade para apoiar o ambicioso plano que a eu-LISA e a Frontex estão a traçar e que visam o mesmo objetivo, ajudar os Estados-Membros numa melhor gestão e controlo das suas fronteiras, assegurando a segurança e eficiência necessárias nestes processos.”

A criação da Estrutura de Engenharia Transversal, desenvolvida pelas agências europeias, apoiará e orientará ainda o desenvolvimento de novos sistemas como o ETIAS e o Portal Europeu de Pesquisa, bem como de todos os componentes de interoperabilidade, criando um ecossistema de inovação que, tirando partido pleno do potencial da tecnologia, permitirá impulsionar e aumentar a segurança e eficiência em toda a Europa.